Venha comigo nessa estrada. Venha amar, sonhar e imaginar com liberdade...

on | 6 Comentários

Por maior que fosse aquela dor, que eu estava sentindo;
Por mais forte que fosse aquele amor, que estava partindo;
Perguntava-me: Onde errei?

Precisava pensar entender aquele momento;
Porque se fazia tão doloroso esse sentimento; de perda
Da união de dois pensamentos.

Choro! As lágrimas caem, enfileiradas em meu rosto;
O desespero toma conta do meu corpo. E agora?
O céu parece se fechar;
Em negras nuvens carregadas de lágrimas;

Tento me esconder da verdade;
Fugir dessa realidade,   
Que não esteja mais presente;
A minha felicidade;

Mas vá, pois o destino te trará de volta;
À esse coração cheio de saudade.

6 Comentários:

Roberto Borati disse...

césar, muito obrigado pela visita, pelas palavras. fico muito contente em atingir um pouco aquelas pessoas que sentem mesmo.

obrgado, meu caro.

abraço!

Roxa Ramos disse...

Cara, que show, muito muito muito legal o texto.
Acho que é o que as pessoas realmente sentem quando estão com saudade de outras ou quando são deixadas para trás. Eu realmente amei!

Bjs

César Dias. disse...

Obrigado pelos elogios, fico muito feliz que o Blog esteja agradando.

José Sousa disse...

Penso que é a primeira vez que venho até seu espaço. O que li, aqui, gostei e vou ser seu seguidor. Seja meu também em:

www.congulolundo.blogspot.com
www.minhalmaempoemas.blogspot.com
www.queriaserselvagem.blogspot.com

Um abração e tudo de bom.

Iule Karalkovas . disse...

Lindo césar!

Rick Monteiro" disse...

Belo texto"
Gostei tanto do blog que por aqui mesmo vou ficar"
Me segue lá tbm"
http://nostudinhos.blogspot.com/
"(*_*)"

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário: